terça-feira, 11 de setembro de 2012

Tratamento preventivo contra impotência sexual

TRATAMENTO PREVENTIVO PARA DISFUNÇÃO ERÉTIL, JÁ EXISTE NO BRASIL.
Existe um tratamento para prevenir a dificuldade de ereção?
A resposta é simples e objetiva. Sim, existe tratamento preventivo para a disfunção erétil, sendo este eficaz e praticamente sem efeitos colaterais.
Pacientes que fazem esse tratamento preventivo só desenvolvem o problema quando estão numa idade bem avançada, geralmente acima de 70 anos ou mesmo nunca o desenvolvem, dependendo da adesão tratamento e de fatores pessoais.
Esse método terapêutico foi comprovado há cerca de 10 anos nos EUA e hoje tem como seu maior adepto, o Professor Doutor Dr. Irwin Goldstein, urologista da Universidade de Boston, em Massachusetts, que indica uso contínuo e noturno de comprimidos inibidores da fosfodiesterase 5 (Viagra). Hoje aqui no Brasil, o Grupo de Andrologia aperfeiçoou o método, usando as mesmas drogas numa formulação superior, os sprays sublinguais.
O spray é superior porque antes este tratamento apresentava como principal problema, 35% dos pacientes com efeitos colaterais. Com a evolução deste tipo de conduta conseguimos diminuir o índice de efeitos colaterais para cerca de 2%, pois a via de administração sublingual é melhor e se usa apenas 10% da dose de um comprimido comum.
Hoje temos centenas de pacientes em tratamento, que a princípio não têm problemas de disfunção erétil e fazem uma modalidade de uso, com acompanhamento médico e resultados excelentes e acima de tudo, fazendo prevenção. Sabemos, por experiência clínica e da literatura estrangeira, que seguindo essa conduta a maioria absoluta dos pacientes melhora a potência erétil e não desenvolvem, ou demoram para desenvolver, qualquer problema de impotência sexual.
Um dos parâmetros que usamos para provar que esse método funciona é o aumento das ereções noturnas, comprovadas por exames específicos, denominados Rigiscan. Essas ereções espontâneas são um dos principais sinais que indicam o nível de saúde peniana. Quando percebemos que estas começam a diminuir é um sinal de alerta para nossa saúde peniana.
Naturalmente que hábitos de vida saudáveis como exercícios físicos, alimentação regrada, lazer e qualidade de sono também são essenciais a saúde como um todo. Nossos pacientes sempre são encorajados e estimulados a buscar sempre a saúde com métodos de estilo de vida. Também sabemos, porém, que momentaneamente, devido ao trabalho, estresse, cotidiano atribulado e cobranças pessoais, não conseguimos tempo para fazer uma academia ou uma caminhada, ou mesmo nos alimentar corretamente. Nesses momentos podemos começar a desenvolver problemas de saúde em geral e consequentemente perda de vigor sexual, daí a prevenção é muito portante, desde que com acompanhamento médico adequado obviamente.
Os dados expostos aqui refletem fielmente a opinião clínica do médico coordenador do Grupo de Andrologia, Dr. Luis Henrique Leonardo Pereira, baseados na sua experiência clínica e de artigos científicos publicados no British Medical Journal, uma das mais respeitadas publicações científicas do mundo.
Cordialmente,
Grupo de Andrologia.
Dr. Luis Henrique Leonardo Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.